Música de Momento

terça-feira, 31 de janeiro de 2006

Saudades de Voce


Amor Bastante
(Paulo Leminski)
quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como seu eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil face num só instante
basta um instante
e você tem amor bastante

segunda-feira, 30 de janeiro de 2006

Estra Feliz


Estar feliz
(Aila Magalhães)
Não é preciso muito pra estar feliz...
Basta acordar e ter algo bom em que pensar.
Buscar no fundo da gaveta,
aquela imagem que ficou de ontem,
O último raio de sol, espalhado sobre a praia,
Como em um beijo de despedida...
um beijo de quem parecia não querer partir..
Buscar no silêncio da noite, as palavras sussurradas,
Os murmúrios da paixão que já não se pôde mais conter..
Fechar os olhos e sentir os cheiros do amor imaginado
Entre paredes, entre lençóis, entre segredos.
Sentir o gosto do que não foi compartilhado
E que apesar disso, nos enche a boca de desejos...
Desejos grávidos, prestes a explodir em atos...
Não é tão difícil assim estar feliz!
E se me foges, se tu me escapas por algum tempo,
Que me importa essa ausência,
se estás em mim constantemente?
Também a areia não retém a água do mar,
Que a acaricia e logo parte...
Quem sabe seja mesmo este o segredo do amor pra sempre...
O não se saber pra sempre,
O não se esperar pra sempre...
Mas apenas um momento que nos pareça eterno...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2006

Não Poder Nada...



Rimagens:
(Alice Ruiz)
De tanto não poder dizer
Meus olhos deram de falar
Só falta você ouvir


Um marasmo
um mar a esmo
um você
que só eu mesmo
Nada como a noite
escurece
e tudo se esclarece

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

Beija Eu

Beija Eu
(Arnaldo Antunes)

Seja eu, Seja eu,

Deixa que eu seja eu

E aceita

O que seja seu

Então deita e aceita eu

Molha eu,

Seca eu,

Deixa que eu seja o céu

E receba

O que seja seu

Anoiteça e amanheça eu

Beija eu, Beija eu,

Beija eu, me beija

Deixa

O que seja ser

Então beba e receba

Meu corpo no seu corpo

Eu no meu corpo

Deixa,

Eu me deixo

Anoiteça e amanheça

quarta-feira, 25 de janeiro de 2006

Niver de Sampa

SAMPA
(Caetano Veloso)

Alguma coisa acontece no meu coração,
Que só quando cruzo a Ipiranga e a Avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui, eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas
Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa contece no meu coração
Que só quando cruzo a Ipiranga e a Avenida São João
Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E a mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos mutantes
E foste um difícil começo
Afasto o que não conheço
E que vem de outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso, do avesso do avesso
Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas,
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos e espaços.
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva
Pan-américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mas possível novo quilombo de Zumbi
E os novos Baianos passeiam na tua garoa
E novos Baianos te podem curtir numa boa.

terça-feira, 24 de janeiro de 2006

Tudo é Amor


TUDO É AMOR
(Francisco Cândido Xavier)
Vida - É o Amor existencial.
Razão - É o Amor que pondera.
Estudo - É o Amor que analisa.
Ciência - É o Amor que investiga.
Filosofia - É o Amor que pensa.
Religião - É o Amor que busca Deus.
Verdade - É o Amor que se eterniza.
Ideal - É o Amor que se eleva.
Fé - É o Amor que se transcende.
Esperança - É o Amor que sonha.
Caridade - É o Amor que auxilia.
Fraternidade - É o Amor que se expande.
Sacrifício - É o Amor que se esforça.
Renúncia - É o Amor que se depura.
Simpatia - É o Amor que sorri.
Altruísmo - É o Amor que se engrandece.
Trabalho - É o Amor que constrói.
Ciúme - É o Amor que se desvaira.
Egoísmo - É o Amor que se animaliza.
Orgulho - É o Amor que enlouquece.
Sensualismo - É o Amor que se envenena.
Vaidade - É o Amor que se embriaga.
Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do Amor,
não é senão o próprio Amor que adoeceu gravemente.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2006

Bom pra voce

Bom Pra Você
(Zélia Duncan)
Faça o que é bom
Sinta o que é bom
Pense o que é bom
Bom pra você!
Coma o que é bom
Veja o que é bom
Volte ao que é bom
Bom pra você!
Guarda pro final
Aquele sabor genial
Se é genial pra você!
Tente o que é bom
Permita o que é bom
Descubra o que é bom
Bom pra você!
Então beije o que é bom
Mostre o que é bom
Excite o que é bom
Bom pra você!
Um dia você me conta
Um dia você me apronta
Um resumo
Do supra-sumo do seu prazer
Um resumo
Do supra-sumo do seu prazer
Pese o que é bom
Perceba o que é bom
Decida o que é bom
Pra você
Decida o que é bom pra você...

sexta-feira, 20 de janeiro de 2006


perder
(vertentes-poesia-Luís Miguel)

Pudesse eu te confessar
Este meu eterno desejar
E saberias que amar
É um sempre querer
Que insiste em ser
E vive
Para além do perder

quinta-feira, 19 de janeiro de 2006

Prazer

Resgate (Maria Borges)

No meio do caminho
entre o beijo e o infinito,
no momento preciso em que estamos
completamente perdidos,
seus dedos abrem a trilha
e minha mão é a guia...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2006

Dias de Silêncio

Silêncio (Nídia Caldas)
Silêncio
Não é omissão
É resposta
Atitude
Intenção
Proposta
Virtude
Sabedoria exposta
Opinião
O não dito
Fala
Escreve
Define
Constata
Desata nós
Desdenha
Mudez
Sensatez
Discernimento
Manifestação
Encerramento
Às vezes falo
quando calo.

terça-feira, 17 de janeiro de 2006

Aos meus amigos...

Amigo é Coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito...
Agradeço aos meus amigos da Terra e do Céu...
"...O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas sim na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis...".

segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

É preciso saber Viver

É preciso saber viver (Roberto Carlos)
Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver
Toda pedra do caminho
Você deve retirar
Numa flor que tem espinhos
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver, É preciso saber viver
É preciso saber viver, É preciso saber viver
Parte de um texto escrito por Nelson Sganzerla - Ano Novo novas atitudes:
...Vamos trabalhar para o novo, para o positivo, para as nossas novas idéias, para os nossos projetos de vida.
Temos que ter a consciência que fazemos parte do todo e somos responsáveis por todos os nossos atos; portanto, nós conduzimos a nossa própria vida e Não basta pedir; temos que pedir e termos atitudes para que isso aconteça...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2006

Sexta feira 13??

Acredite
Acredite no que você verdadeiramente sente, independente do que outros digam.

Acredite no que você diz sinceramente,
independente de como o outro ouça.

Acredite no que o seu coração
mais verdadeiramente deseja,
independente do que o outro pense sobre isso.

Acredite que você é capaz,
independente da opinião alheia.

Acredite na orientação divina,
que há e atua e em todos
que a reconhecem e a ela se abrem.

(Lígia Maria Ourique Orlandi)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2006

Precisamos só de Nós

Nós Necessitamos de...
Uma borracha,
para apagar de nossa história tudo que nos desagrada
Um sabonete,
para retirar as marcas das máscaras que usamos no dia-a-dia;
Uma tesoura,
para cortar tudo aquilo que nos impede de crescer;
Um pássaro,
que nos ensine a voar alto e cantar com liberdade;
Um jarro,
para conservar o carrinho e amadurecer o amor;
Um frasco transparente,
para conservar os sorrisos;
Sem tampa, para escutar o alegre som;
Lentes corretoras da visão da vida,
que nos permitam enxergar, com amor, o próximo e a natureza;
Um esquilo,
que nos mostre como galgar os ramos da árvore da sabedoria;
Agulhas grandes,
para tecer sonhos e ilusões;
Um cofre,
para guardar as lembranças construtivas e edificantes;
Um zíper,
que permita abrir a mente quando se deseja encontrar respostas,
outro para fechar nossa boca quando for necessário,
e outro para abrir nosso coração;
Um relógio,
para mostrar que é sempre hora de amar;
Um rebobinador de filmes,
para recordar os momentos felizes de nossas vidas,
Sapatos da moral e da ética,
para pisarmos com firmeza e segurança por onde quer que formos;
Uma balança,
para pesar tudo que é vivido e experimentado;
Um espelho,
para admirar uma das obras mais perfeitas de Deus...
NÓS MESMOS!!!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

Voce passou por mim


Transpenumbra
(Paulo Leminski)

tempestade que passasse
deixando intactas as pétalas
você passou por mim
as tuas asas abertas passou
mas sinto ainda uma dor
no ponto exato do corpo
onde tua sombra tocou
que raio de dor é essa
que quanto mais dói
mais saí sol?

sexta-feira, 6 de janeiro de 2006

In Sonetos de Florbela Espanca

A VIDA (Florbela)
(in «Livro de Soror Saudade» 1923)
É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento...
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!
Todos somos no mundo «Pedro Sem»,
Uma alegria é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!
A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida...
Amar-te a vida inteira eu não podia.
A gente esquece sempre o bem de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!...

quarta-feira, 4 de janeiro de 2006

Vida Nova


Canção de verão (Thomas Roth e Lulu Guedes)
É como um sol de verão
Queimando no peito
Nasce um novo desejo
Em meu coração
É uma nova canção
Rolando no vento
Sinto a magia do amor
Na palma da mão
É verão !
Bom sinal !
Já é tempo
De abrir o coração
E sonhar...

terça-feira, 3 de janeiro de 2006

Desejos para 2006

Marcas do Que se Foi (Intérpretes: OS INCRÍVEIS)

Este ano quero paz no meu coração,quem quiser ter um amigo,
que me dê a mão.
O tempo passa e com ele caminhamos
todos juntos sem parar
nossos passos pelo chão vão ficar.

Marcas do que se foi
sonhos que vamos ter
como todo dia nasce novo em cada amanhecer.Marcas do que se foi
sonhos que vamos tercomo todo dia nasce novo em cada amanhecer.

EU DESEJO QUE EM 2006
TODOS OS NOSSOS SONHOS SE REALIZEM!
E QUE NASÇA DENTRO DE CADA UM DE NÓS
UMA ESTRELA, LINDA E MUITO BRILHANTE.